Sindauto BA retoma luta em defesa do segmento em Brasília

Publicada em 02-14-20

O Sindauto Bahia esteve em Brasília, nesta semana, para importantes articulações em defesa do segmento no Congresso Nacional. No dia 11/02, a diretoria participou do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Educação no Trânsito e Formação de Condutores. Composto por 198 parlamentares, o grupo será coordenado pelo deputado Abou Anni (PSL-SP) e tem como objetivo promover a educação para combater as mortes no trânsito, que giram em torno de 37 mil ao ano no Brasil. 

Ao longo do dia, a diretoria visitou gabinetes e conversou com parlamentares sobre a importância dos Centros de Formação de Condutores para a sociedade, além de entregar um dossiê com um panorama do segmento que emprega mais de 100 mil pessoas em todo Brasil. “Estivemos com o senador Jacques Wagner, com Otto Alencar, com o assessor do senador Ângelo Coronel, Sérgio Costa, além dos deputados federais, para sensibilizá-los quanto às ameaças constantes que o segmento enfrenta e as graves consequências para a segurança no trânsito”, afirmou o presidente do Sindauto BA, Wellington de Oliveira. 

 

Entre as ameaças, o Projeto de Lei 3781/2019, de autoria do General Peternelli, que propõe a formação em autoescola optativa para os candidatos à primeira habilitação e, mais recentemente, o Projeto de Lei n° 6485/2019, de autoria da senadora Kátia Abreu (PDT-TO), que defende o fim da obrigatoriedade de autoescola para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e  prevê o credenciamento para a atividade de instrutor independente. 

projetos-de-lei-nao-favoraveis_1

 Apresentação utilizada em reunião com as Autoescolas que estiveram em Brasília (DF)

Na contramão destas ações, além das iniciativas do deputado Abou Anni, o PL proposto pelo senador Veneziano Vital (3040/2019) defende a exclusividade dos centros de formação de condutores na educação para o trânsito. “O lançamento da Frente Parlamentar foi resultado do trabalho de conscientização feito pelos segmento, junto aos deputados, sempre reforçando os riscos dos projetos que visam reduzir a relevância ou exterminar as autoescolas. Agora, nossa estratégia é apoiar iniciativas positivas daqueles que já reconhecem a importância do nosso papel, capitalizando esse discurso para conscientizar a sociedade como um todo”, explica o presidente do Sindauto Bahia, Wellington de Oliveira. 

projetos-de-lei-favoraveis (1)

 

Apresentação utilizada em reunião com as Autoescolas que estiveram em Brasília (DF)

 

Reunião da Feneauto - No dia 12/02, os sindicatos estaduais se reuniram na primeira Assembleia Geral da Feneauto. Entre as principais pautas discutidas, esteve a apresentação do Plano de Trabalho da Federação que, entre outras ações, atuar ativamente para contribuir na reformulação das principais legislações ligadas ao setor, a Resolução Contran 168/04 e a resolução Contran 358/10.  

Os pontos mais críticos das alterações propostas estão a redução da carga horária e a implantação do EAD no curso teórico para primeira habilitação. De acordo com o presidente Wellington, o sindicato se posicionou, inicialmente, contrário a estas duas mudanças, mas organizará um evento para discutir amplamente o assunto com a categoria. 

“Vamos realizar um Workshop para termos a oportunidade de analisar e discutir com todos os empresários baianos as principais mudanças propostas nestas Resoluções e definir um posicionamento único da categoria. Nosso parecer será apresentado na próxima reunião da Feneauto, junto com os demais estados, a fim de direcionar as abordagens que serão feitas nas audiências e câmaras temáticas”, explicou o presidente do Sindauto BA. 

A data do workshop será definida em breve e anunciada para a categoria. Confira na íntegra as ações da Feneauto e dos sindicatos estaduais em Brasília, nesta semana. (Clique aqui) 

 

WhatsApp Image 2020-02-11 at 07.49.22 WhatsApp Image 2020-02-12 at 20.08.13

WhatsApp Image 2020-02-12 at 10.51.44 WhatsApp Image 2020-02-11 at 08.24.32