Sindauto representa empresários baianos em Brasília

Publicada em 02-14-19

WhatsApp Image 2019-02-13 at 17.48.43

O Sindauto Bahia participou, na última quarta-feira (13), da Assembleia Geral da Federação Nacional das Autoescolas e Centros de Formação de Condutores, em Brasília. O encontro reuniu representantes sindicais de 17 estados e teve como principal pauta a discussão sobre a suspensão da obrigatoriedade do simulador de direção nas autoescolas e as possíveis implicações com a revogação desta determinação, que entrou em vigor por meio da Resolução nº 543/2015.

Na ocasião, o Sindauto Bahia, representado pelo então presidente Francisco de Assis Araújo, se posicionou contra a obrigatoriedade, mas defendeu o uso facultativo do equipamento. “É uma questão que requer muitas discussões, mas entendemos que algumas empresas investiram para adequar sua estrutura a fim de instalar o simulador e desejam mantê-los como um diferencial para o aluno. Já outros não enxergam vantagem de manter, por isso defendemos que esta decisão seja do empresário e, uma última instância, do próprio aluno que poderá optar pelo uso ou não do equipamento”, explica o presidente.

Para discutir estes e outros assuntos que afetam o segmento em todo Brasil, foi agendada uma reunião no Conselho Nacional de Trânsito para o próximo dia 25 de fevereiro. O Sindauto Bahia seguirá acompanhando o desdobramento desta pauta, junto à Feneauto, e trará outras informações em breve.  

WhatsApp Image 2019-02-13 at 17.48.08

 

Presidente do Sindauto Bahia, Francisco de Assis, representa o segmento em reunião da Feneauto